Celular está proibido em todo o espaço escolar na França

08 de novembro de 2018
Em um país onde 90% dos alunos entre 12 e 17 anos possui um celular, uma nova lei promete mexer com o dia a dia das escolas. Agora, na França, qualquer aparelho que se conecte à internet está proibido dentro das instituições públicas de ensino, mudando a rotina de crianças e jovens da educação infantil e fundamental.
O objetivo, de acordo com o Parlamento francês, é que os alunos melhorem seu rendimento, já que não estarão distraídos com os telefones e tablets. Além disso, a regra pretende também enfrentar o cyberbullying e a pornografia virtual, fazendo com que os aparelhos deixem de ser onipresentes e que tomem tempo demais dos alunos.
Desde 2010 o uso do celular durante as aulas já é proibido, mas a nova regulamentação agora bane o uso em todo o espaço escolar. A proposta, apoiada pelo ministério da Educação francês, entrou em vigor no último mês, junto com o início do ano letivo, que, na Europa, se dá no segundo semestre.
É importante dizer que a lei prevê algumas exceções. É o caso de alunos com deficiência e em aulas em que o uso do aparelho é indispensável - cabe a cada colégio, no entanto, o poder de decisão sobre este aspecto da regra, a depender de seu regulamento interno, assim como o tipo de medida a ser tomada no caso de desobediência à nova resolução.

Fonte: Assessoria de Imprensa SD, com informações da Revista Educação
 
Jornalista responsável
Marcella Franco
 
COPYRIGHT 2018 - SD Student Travel
DESIGN BY Aldabra criação de website